img_setor_unido.jpeg
A indústria não pode parar.
20190927_132212.jpeg
Nosso Setor Começa Aqui
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
previous arrow
next arrow

Filipe Barros participa da reunião do SIMP

 

O deputado federal Filipe Barros vai participar nesta sexta-feira (23) da reunião semanal do Sindicato das Indústrias de Mandioca do Paraná (SIMP). Ele será recepcionado pelo presidente João Eduardo Pasquini, demais diretores e associados do Sindicato. Por conta desta participação, a reunião será presencial e realizada na sede da entidade, a partir das 9h30.

O parlamentar tem sido aliado do setor desde o início de seu mandato, inclusive destinando recursos para pesquisas de interesse da cadeia produtiva da mandioca, No total, estão sendo liberados R$ 1,6 milhão para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) – Unidade de Mandioca e Fruticultura para investimento de pesquisa no Centro Sul do Brasil.

Inicialmente, em, 2020 ele apresentou uma emenda de R$ 400 mil. Ano seguinte, mais R$ 700 mil e para este ano R$ 500 mil. A Embrapa Mandioca e Fruticultura já iniciou o processo de aquisição de equipamentos. A destinação de recursos públicos para o setor até então era inédita

Filipe Barros também foi o responsável por uma audiência on line de representantes das indústrias de mandioca com o presidente da Embrapa, Celso Moretti. Na ocasião, ficou assegurada a participação de industriais e produtores de mandioca na elaboração do plano de investimentos das emendas.

UNIDADE DE PESQUISA – O deputado Filipe Barros também é autor de um requerimento para a instalação de uma Unidade Mista de Pesquisa e Transferência de Tecnologia (UMIPTT) para a cultura de mandioca no Instituto Federal do Paraná (IFPR), em Paranavaí. Filipe justifica que a cidade está “no centro do maior polo produtor do Brasil e de transformação da mandioca para nosso país”. O parlamentar já visitou o campus do Instituto em Paranavaí, em companhia de gestores da Embrapa Mandioca e Fruticultura e da Reitoria da instituição.

No requerimento enviado ao Ministério da Agricultura solicitando a instalação da unidade de pesquisa numa parceria entre a Embrapa e o IFPR, o parlamentar destacou que para “o desenvolvimento de genótipos de novos cultivares, torna-se necessário uma estratégia logística específica de pesquisa e transferência de tecnologia para que, além de fomentar os estudos relacionados ao cultivo da mandioca, os genótipos cheguem rapidamente aos produtores com qualidade fitossanitária”.

 

 
fdm_2.jpeg
Fundo de Desenvolvimento da Mandioca
Você ja sabe como funciona?
fdm_2.jpeg
Fundo de Desenvolvimento da Mandioca
Você ja sabe como funciona?
previous arrow
next arrow

Conheça todos os benefícios que o SIMP oferece às indústrias associadas

3fronteiras.jpeg
agrocales.jpeg
amafil.jpeg
amifec.jpeg
amitec.jpeg
bankhardt.jpeg
barravelha.jpeg
br3alimentos.jpeg
cassava.jpeg
cvale.jpeg
deriman.jpeg
e_ortiz.jpeg
fantuci.jpeg
fecloanda.jpeg
fino.jpeg
formosa.jpeg
helce.jpeg
horizonte.jpeg
incol.jpeg
indemil.jpeg
joplan.jpeg
jurema.jpeg
lopes.jpeg
maniva.jpeg
mcr.jpeg
militao.jpeg
nerial.jpeg
novaera.jpeg
nutriamidos.jpeg
ourofino.jpeg
oyshi.jpeg
pasquini.jpeg
pinduca.jpeg
pioneira.jpeg
podium.jpeg
roders.jpeg
sumare.jpeg
tondato.jpeg
alimentosdoze.jpeg
lorenz.jpeg
fecularia_subida.jpeg
centenario.jpeg
centenario.jpeg
previous arrow
next arrow
3fronteiras.jpeg
agrocales.jpeg
amafil.jpeg
amifec.jpeg
amitec.jpeg
bankhardt.jpeg
barravelha.jpeg
br3alimentos.jpeg
cassava.jpeg
cvale.jpeg
deriman.jpeg
e_ortiz.jpeg
fantuci.jpeg
fecloanda.jpeg
fino.jpeg
formosa.jpeg
helce.jpeg
horizonte.jpeg
incol.jpeg
indemil.jpeg
joplan.jpeg
jurema.jpeg
lopes.jpeg
maniva.jpeg
mcr.jpeg
militao.jpeg
nerial.jpeg
novaera.jpeg
nutriamidos.jpeg
ourofino.jpeg
oyshi.jpeg
pasquini.jpeg
pinduca.jpeg
pioneira.jpeg
podium.jpeg
roders.jpeg
sumare.jpeg
tondato.jpeg
alimentosdoze.jpeg
lorenz.jpeg
fecularia_subida.jpeg
centenario.jpeg
centenario.jpeg
previous arrow
next arrow
Shadow